sexta-feira, 31 de março de 2017

Amor próprio.


Amor próprio é tudo. Era a frase que ecoava na minha mente todos os dias depois daqueles dias fatídicos. A partir daqueles dias todo o foco de cuidado estava em mim, até que, me curei. Cá estou eu, em pé mais uma vez, feliz e com o coração repleto de bons sentimentos. Eu não imaginava te encontrar, mas por uma noite e um breve momento eu te vi, no entanto, esse foi o primeiro contato mais próximo que pude ter. Te ver com essa proximidade me permitiu ver detalhes que quando te observava de longe não conseguir perceber.

Depois de alguns copos de coragem estaríamos enrolados em meio as nossas palavras, no subentendido nós ficamos escondidos, em meio aos nossos medos continuávamos na escuridão por trás das palavras. Por fim, não estávamos mais em enrolados somente em palavras, mas nas carícias e em nós de nós mesmos. Ali descobri como a oração é o fator primordial para um coração e o inesperado se tornou esperado através de um simples pedido a Deus. A todo instante eu sinto que há uma parte de mim em você e tenho desejado você aqui ao meu lado, a todo instante.


 “O meu amor não está somente em mim, ele pertence a você também.”

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Entrelinhas.

Seria um tiro no meu próprio pé ou um adiantamento exagerado do tempo? Corremos quando deveríamos somente caminhar ou estamos no mesmo compasso dessa dança? Em meio a tantos devaneios eu me perdi mais uma vez em meus pensamentos. Devo ficar por aqui alguns dias, preciso acalmar toda essa euforia e agitação na alma.  A vida é feita totalmente de detalhes, uma determinada cor, um desenho típico e até mesmo as palavras não ditas, escondidas em sorrisos e abraços demorados.

Dificilmente minhas entrelinhas serão tão simplórias como você imagina, às vezes elas são explícitas outrora imensamente escondidas, como um tesouro a ser encontrado e algumas delas você nunca irá conseguir entender. A complexidade de sentimentos é mais intensa do que até mesmo o dono delas possa entender.

"Se você quiser me conhecer e me encontrar é nas minhas entrelinhas que irá me achar."

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Atemporal.


Tudo se tornou tão atemporal, pensei que poderia controlar quando sorrir, quando te escrever e descrever. Achei que saberia o tempo de lhe dizer belas palavras e de quando silenciá-las, mas me enganei. Pensei poder controlar o tempo em que as batidas do meu coração irão acelerar por ti, mas nada disso consigo fazer.

Essa atemporalidade se apresentou a mim como um simples sorriso, simples e encantador. As curvas do seu rosto se aformoseiam quando sorri é como uma explosão de fogos de artifícios em pleno ano novo chinês. Te ver feliz me faz mais feliz. 

Essa felicidade tem cor e verde é a sua cor. Meus olhos se transformam em verdes, o seu olhar faz os meus se dilatarem e uma grande dose de felicidade é despejada em mim. Nos estamos nos movendo juntos, alguns passos descompassados como uma dança que somente nós sabemos fazer.


"Quão atemporal meus pensamentos se tornaram e acabo pensando em você até mesmo sem querer ou seria um querer que a minha alma esquece de me dizer?!"