quarta-feira, 20 de junho de 2012

Viver de lembranças




Eu não sei onde estou. Estou cansado, cansado de esperar aqui constantemente. Esperar por um novo amor, por novas memórias e novos bons sentimentos. Me atiro para o céu, mas continuo cravado no chão. Por que continuar tentando se sei que irei cair? Eu achei que podia voar longe e só estou me afogando. Afogando em meio as minhas lágrimas e sentindo a solidão me puxando cada vez mais para baixo. A nostalgia é presente em meu peito e a deixei entrar para tentar suprir a falta de um novo amor, dos meus familiares e dos meus amigos. Os sentimentos guardados pelo tempo eram melhores que os de agora.

"Mesmo que eu viva somente dessas lembranças, sei que viverei bem."

Um comentário: